UEA - UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS
Tuesday, 28 de May de 2024
Institucional
Cooperação e Intercâmbio
> Convênios
Hemoam
Entre as parcerias do HEMOAM com outras instituições nacionais e internacionais,
destacam-se:

Instituto Boldrini e Unicamp, como uma das instituições que participam do ensaio
clínico referente ao Protocolo Brasileiro de Tratamento da Leucemia Aguda (GBTLI).
Desta parceria foram geradas duas dissertações dos egressos Marlon Wendel e Maria do
Perpetuo Socorro Sampaio e treinamento de tecnologias que foram adequadas para
execução no HEMOAM.

UNIFESP, para o treinamento e qualificação de recursos humanos. Com esta
instituição, desenvolvemos um Mestrado Interinstitucional via Universidade Federal do
Amazonas, tendo formado oito mestres no ano de 2009. Além disso, com apoio da
UNIFESP, foram consolidados os Laboratórios de Citogenética e Histocompatibilidade,
através da qualificação de recursos humanos do HEMOAM. Desde 2012, as instituições
estão engajadas em ações para a realização de transplante de medula óssea;

Com o Hospital Albert Einstein e Ministério da Saúde no Programa de Banco de
Sangue de Hemácias e Plaquetas Raras, com a participação dos Hemocentros do Rio de
Janeiro e de Santa Catarina.

Rede Genômica de Vigilância em Saúde: otimização da assistência e pesquisa no
estado do Amazonas - REGESAM. Rede Genômica de colaboração composta por alunos
e pesquisadores com diferentes expertises com o objetivo de fortalecer e compartilhar a
infraestrutura do Parque Tecnológico em Genômica localizado em diversas Instituições de
referência na cidade de Manaus (FMT-HDV, HEMOAM, FVS, ILMD-FioCruz Amazônia,
CECON, INPA, FUAM) de forma a estabelecer estratégias colaborativas, baseadas nas
áreas prioritárias em saúde do Estado do Amazonas, otimizando recursos e beneficiando
a assistência à população, por meio da consolidação da pesquisa, da formação de
recursos humanos, do desenvolvimento tecnológico e da inovação.

Estudo de Epidemiologia de Destinatários e Avaliação de Doadores-IV-Pediátrico
(REDS-IV-P) o objetivo do Programa de Estudo é avaliar e melhorar a segurança e a
disponibilidade do suprimento sanguíneo, bem como a segurança e eficácia das terapias
de transfusão, com atenção não apenas adultos, mas também neonatos e crianças que
precisam de transfusão. Isso será conseguido com o estabelecimento de um programa
multicêntrico de sete anos nos EUA e no Brasil, encarregado de realizar estudos
epidemiológicos e laboratoriais em doadores de sangue e receptores de transfusão.


Rede acadêmico-científica de colaboração composta por alunos e pesquisadores
com diferentes expertises, amplo conhecimento e vasta experiência em imuno microbiologia e imunopatologia, a ser composta pela Fundação HEMOAM em parceria
com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Universidade Federal do Pará
(UFPA) e Universidade Federal do Amazonas (UFAM), através do projeto PROCAD/2018,
intitulado: Rede de cooperação acadêmica em interação patógeno-hospedeiro no
contexto da hematologia clínica. Este projeto tem por objetivo a implementação e
fortalecimento de novas linhas de pesquisa em imunomicrobiologia e imunopatologia no
âmbito da hematologia clínica por meio de uma cooperação científico-acadêmica
interinstitucional entre três instituições de ensino superior da região norte (UEA-UFAM UFPA).

Universidade de São Paulo (Faculdade de Medicina) - FMUSP.
REDS- IV- P
Programa de Pesquisa em Segurança Transfusional do Brasil
Estudo de Epidemiologia do Receptor e Avaliação de Doadores-IV-P (REDS-IV-P)

O Vitalant Research Institute e a Fundação Pró-Sangue (FPS) ¿ o hemocentro de São Paulo e a Universidade de São Paulo ¿ têm um longo (20 anos) e bem-sucedido histórico de pesquisas colaborativas com foco na epidemiologia das infecções transmitidas por transfusão, com particular referência a infecções emergentes e pesquisa sobre HIV/AIDS. Esses estudos lançaram as bases para os projetos REDS-II e REDS-III.

O REDS-IV-P Brasil Programa de Pesquisa em Segurança Transfusional aborda questões científicas sobre a segurança e adequação do suprimento de sangue no Brasil. O objetivo deste programa é melhorar a segurança e a eficácia das práticas de banco de sangue e medicina transfusional no Brasil, realizando pesquisas laboratoriais, de levantamento e epidemiológicas.

Realizações do Programa Brasil:

Conduziu o maior estudo vinculado doador-receptor do vírus da dengue transmitido por transfusão concluído até o momento, mostrando que cerca de um terço dos componentes sanguíneos virêmicos transmitem infecção, mas com significado clínico incerto para os receptores.
Estabeleceu um grande estudo contínuo de vigilância de arbovírus de doadores para avaliar as taxas de doações virêmicas para os vírus zika, chikungunya e dengue em quatro grandes centros de sangue no Brasil.
Avaliaram o impacto e as consequências da identificação de pessoas soropositivas por meio de testes de doação de sangue e a vinculação desses doadores aos serviços de saúde para tratar a doença pelo HIV, incluindo barreiras sociais e pessoais que podem impedir as pessoas de procurar atendimento. Inscreveu uma das maiores coortes de pacientes adultos e pediátricos com Doença Falciforme do mundo em seis unidades de saúde para conduzir uma série de estudos de resultados clínicos e transfusionais nesta população altamente transfundida. A coorte de cerca de 2.800 participantes foi acompanhada por mais de três anos com visitas aproximadamente anuais e será acompanhada ao longo do REDS-IV-P. Estudos concluídos e em andamento incluem:
Sequenciamento de matriz e genoma completo [através do programa NHLBI Trans-Omics for Precision Medicine (TOPMed)] da coorte para estudos de associação genótipo-fenótipo de resultados clínicos importantes, como aloimunização, acidente vascular cerebral e dor vaso-oclusiva.
Estudos de expressão gênica de pacientes transfundidos em comparação com não transfundidos para avaliar o impacto da transfusão.
Mapa do Brasil com as cinco localizações dos hemocentros participantes
Os cinco hemocentros participantes estão localizados nas cidades de:

São Paulo ¿ Fundação Pró-Sangue; Cesar de Almeida Neto, MD, PhD;Belo Horizonte ¿ Fundação Hemominas; Montes Claros; Juiz de Fora; Recife ¿ Fundação Hemope; Paula Loureiro, MD, PhD; Rio de Janeiro ¿ Fundação Hemorio; Luiz de Melo Amorim Filho, MD, PhD; Amazonas ¿ Hemoam; Mariane Martins Araújo Stefani, PhD;

Outros contatos do Programa Brasil:
Ligia Capuani; Carolina Miranda Teixeira, BS; Sheila de Oliveira Garcia Mateos; Adelaide Amo-Mensah, BS.
UEA
A UEA dispõe de convênios firmados com diversas instituições nacionais e
internacionais, o que permite a realização de atividades como projetos de pesquisa
conjuntos, missões de estudos, estágio de pesquisa, intercâmbio de acadêmicos, vinda
de professores estrangeiros à UEA, entre outros. Dentre todos os convênios
internacionais, destacam-se os seguintes:

1- Universidade de Coimbra - Voltado para o desenvolvimento de programas de
mobilidade acadêmica e treinamento de recursos humanos em todas as áreas de
conhecimento e de interesse das respectivas instituições, com isenção de anuidade para
docentes, discentes e técnicos.

2- Universidade de Zaragoza - Convênio de cooperação entre as instituições, para
desenvolvimento de pesquisas nas áreas de energia sustentável, resíduos e reciclagem,
por meio de intercâmbio de estudantes, pesquisadores e professores, além da realização
em conjunto de programas de doutorado.

3- Johannes Gutenberg Universitat Mainz, Alemanha - Intercâmbio de alunos das
Instituições.

4- Escola Superior de Madeira (França) - Cooperação em áreas de mútuo interesse,
Intercâmbio de Docentes, Técnicos e Estudantes, implementação de projetos conjuntos
de ensino, pesquisa e extensão.

5- Universidade Nacional de General Sarmiento - Tem por objetivo estabelecer
atividades de intercâmbio estudantes de graduação e pós-graduação e pesquisas em
ambas as instituições.

6- Universidade da Beira Interior - Estabelece ações voltadas à cooperação científica,
cultural e técnica, em regime de mútua cooperação e de fortalecimento institucionais entre
as Instituições.

7- Instituto Latino-Americano da Freien Universität, Berlin - Tem por objetivo
estabelecer cooperação mútua em intercâmbio contínuo acerca das diversas áreas
acadêmicas, cursos, programas de licenciatura e pós-graduação, assim como pesquisa e
atividades de extensão, intercâmbio de literatura e publicações especializadas,
intercâmbio e/ou doação de material científico, desenvolvimento de projetos de pesquisa
conjunta, envolvendo pessoal acadêmico e estudantes de pós-graduação provenientes de ambas as instituições.

8- Appalachian State University - Promoção do ensino e das atividades de pesquisa,
através de intercâmbio científico e acadêmico.

9- Universidade Fernando Pessoa - UFP - Estabelece ações voltadas ao estímulo e
realização de programas de cooperação científica e técnica, respeitada a competência
legal privativa das partes signatárias.

10- Ministério de Educação Superior da República de Cuba - Objetiva proporcionar à
UEA os serviços profissionais de docentes universitários cubanos.
Facebook
Instagram
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Amazonas
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Periódicos da CAPES
Curriculo Lattes
#
#
© Governo do Amazonas. Todos os direitos reservados.